O imprudente aconselha-se consigo, o prudente aconselha-se com os homens, o prudentíssimo aconselha-se com Deus.
  Principal
  História da Paróquia
  História da Santa
  Programação
  Galeria de fotos
  Vídeos
  Capelas
  Celebração
  Missa
  Orações
  Sacramentos
  Terço
  Conhecimento
  Bíblia
  Doutrina Social
  Glossário
  Liturgia Diária
  O Santo do Dia
  Hoje na História
  Liturgia das Horas
  Informações
  Links
  Contato
Quaresma, período de renovação espiritual
Com a Quarta feira de Cinza, nossa Igreja iniciou o tempo chamado de Quaresma, que é Quarenta dias antes da Páscoa, é o tempo de penitência, e também é um tempo em preparação para a celebração da Páscoa. As cinzas, preparadas pela queima de palmas usadas na procissão de Ramos do ano anterior, nos lembram o Cristo vitorioso sobre a morte. A fé em Jesus Cristo faz com que a vida renasça das cinzas.
Jesus faz brotar vida onde o ser humano reconhece sua condição de criatura necessitada da ação de Deus.
Essa Páscoa se vive na conversão, por meio dos exercícios espirituais que são: oração, jejum e esmola-caridade: oração que sustenta o diálogo permanente e amoroso com Deus; esmola-caridade, sinal de nossa solidariedade e abertura aos irmãos; e jejum, aquilo que devemos deixar que devemos renunciar ou nos desapegar.
Esso três exercícios nos ajudam a entender melhor o sentido da quaresma. Ele nos convida a voltarmos a Ele de todo o coração, a “rasgar o coração e não as roupas”, a confiar em sua misericórdia. A quaresma é um tempo muito rico em ensinamento e de renovação de nossa vida espiritual.
Segundo os Santos Padres, a Quaresma é um período de renovação espiritual, de vida cristã mais intensa e de destruição do pecado, para uma ressurreição espiritual, que marque na Páscoa o reinício de uma vida nova em Cristo ressuscitado.
A Quaresma tem por escopo primordial incitar-nos à oração, à instrução religiosa, ao sacrifício e à caridade fraterna.
Recomenda-se por isso a frequência às pregações quaresmais, a leitura espiritual diária, particularmente da Paixão de Cristo, no Evangelho ou em outro livro de meditação.
Neste tempo muito especial, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB nos apresenta a Campanha da Fraternidade como itinerário de conversão pessoal, comunitário e social. Que tem como tema: Fraternidade e juventude e como lema: “Eis-me aqui, envia-me” Is 6,8. A Campanha da Fraternidade já anuncia a grande Jornada Mundial da Juventude.
Ao assumir como lema o espírito missionário da JMJ 2013 indicado pelo Santo Padre Bento XVI, Ide e fazei discípulo entre todas as nações (Mt28,19). Nosso desejo como igreja é que todos nossos jovens sejam verdadeiro anunciadores em nossa igreja, que entres jovens se evangelizem e que cada dia possam dizer: Eis-me aqui, envia - me.
Que cada jovem possa viver e testemunhar a graça e a beleza de ser um cristão comprometido com o Reino de Deus.
Que esta Campanha da Fraternidade, é um convite para nos converter e irmos ao encontro dos jovens, de maneira especial dos jovens que não tem um horizonte da vida desses jovens, e ao mesmo tempo é um convite para que aqueles que já têm uma caminhada possam continuar encontrando-se com o próprio Jesus Cristo que é o Caminho a Verdade e a Vida.